Escrito por: Suzy Devoz
28 abr 10

Buquês

Originou-se na Grécia antiga e na Europa medieval. No tempo de Nero as noivas carregavam flores e ervas para oferecê-las em ritual a deusa Hera, a noiva de Zeus.

Na França medieval as noivas seguiam a pé para a igreja e durante o trajeto iam recebendo flores que no final formavam o buquê. Já as “más línguas” diziam que servem para disfarçar as mãos tremulas por causa do nervosismo nupcial.

Mas deixando a história de lado o buque é o toque final no visual da noiva. Indispensável, dá leveza e glamour quando bem estilizado. Podendo apresentar vários formatos, qualidades de flores e cores – tudo arquitetado de acordo com a escolha de seu vestido.

Nas mãos da noiva sempre flores mais nobres e diferentes das da decoração.

Flores nobres como tulipas, orquideas, callas, mini-rosas, são sempre bem vindas. Podendo fazer uma mistura bem refinada dando um ar de graça e elegância, formando um miguê.

 

Página 839 de 839« Primeira...102030...835836837838839